Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AS PRIMAVERAS NÃO CHEGAM

Um espaço indefinido, um
sentimento se debatendo nas
profundezas de uma ilusão,
mais um perdido na multidão.
 
É assim que se passa com
quem foi esquecido, ou,
colocado à margem da vida.
 
Não se ouve nem um sino
a tocar como se fosse por anjos,
os pássaros já não entoam seus cantos.
 
Passa o tempo e as primaveras
não chegam, a esperança
acaba morrendo mais cedo.
 
Não se vê mais flores,
torna-se cego para as questões
de amor, o coração já
não palpita como antes.
 
Conflitos internos todos os dias,
e quando as noites chegam,
sente-se um frio como sendo
abraçado pelos fantasmas do delírio.
 
E eu que amei tanto, que
digam as estrelas, minhas
sempiternas companhias...



 
 
   
 
 








Wil
Enviado por Wil em 24/08/2007
Código do texto: T622376
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wil
São Paulo - São Paulo - Brasil, 82 anos
2775 textos (86331 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 19:10)
Wil