Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Olhos dos bichos

Não admito perder o desejo de ti amar
Nada te posso oferecer senão este querer
Eternamente apaixonado à luz da lua
Sem mágoa nem presença do sofrer

Vida! basta-me a lisonja da aurora
Para que eu não seja condenado
Pelo tribunal do amor cuja sentença
Pode ser muito dura e o único remédio
Será o tempo para aliviar minha alma.

Na minha palavra existe teu gesto,
Na minha voz a tua voz, enamorado da noite!
Quero que este amor surja em mim
Como o pastoreiro da fé e o teu ser seja
Apenas guardião das minhas emoções alheias.

Uma gota de orvalho respinga na vidraça
E nenhuma macula deixada
Vejo apenas nódoa dum passado tão saudoso
Que em outra face não encontrei ao admirar
Teus olhos em outras manhãs ensolaradas.

Ouvi tua voz distante, tua voz muito longe
Na serenidade sussurrando em meus ouvidos
Continuamente: "te amo, te amo e voce,
Enamorado da noite, jamais poderá partir".
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 13/03/2018
Reeditado em 14/03/2018
Código do texto: T6279098
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 68 anos
3332 textos (86075 leituras)
2 e-livros (449 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/06/18 07:22)
R J Cardoso

Site do Escritor