Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Olhos fechados

São traiçoeiros esses meus olhos verdes;
eles te prendem, te chamam, acorrentam,
nunca fazem o que pedes, mas não perdes,
eles sustentam os teus, que me esquentam.
Eles têm uma linguagem toda própria,
- uma cor que denuncia o meu tesão -
quanto mais escuros, mais me torno imprópria,
mais me abro, incendeio tudo, viro o Cão.
Depois, mansamente, obedecem ao teu mando
e sucumbem, escondendo-se, enquanto mexo,
enquanto sinto tua força de homem no comando
e quanto mais gozo as delícias, mais os fecho...
 
 
http://versosprofanos.blogspot.com/
Maria Quitéria
Enviado por Maria Quitéria em 30/08/2007
Reeditado em 30/08/2007
Código do texto: T630022

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (http://recantodasletras.uol.com.br/autores/mquiteria). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Quitéria
São Paulo - São Paulo - Brasil
1098 textos (345135 leituras)
1 áudios (2465 audições)
4 e-livros (3954 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 15:11)
Maria Quitéria