Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saber-se amada

Sabedoria do andarilho em prados
Disse do amor quemersse engano
Tivera tempo de luar e minguar
Aguastes em luz filtradas cores
Desejastes todos os colos amadores
Deixaste brotar à poda ainda que tardia
Em olhos que brilham certezas
Leveza entre orvalhos os gritos amenos
Nega trilhões de estrelas, mas vejo
Querer não mais te pertence
Parece que a semente do amor invadiu-te
Severamente está assim como um Sábio Velho
Diante da visualização da inspiração
Emana amor por todos os poros
Sabedoria resgatá-lo e não o perdes.
Ledo amor.


Diana Balis
Enviado por Diana Balis em 31/08/2007
Código do texto: T632708
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Diana Balis
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1024 textos (55348 leituras)
5 áudios (232 audições)
6 e-livros (10378 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 20:01)
Diana Balis