Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Rendidos pela força do amor


Ontem o amor aconteceu.
Amor desses que podem mudar o destino,
Que entre os corpos não há desafino.
Que se torna poesia
E nos enlouquece de tanta magia.

Ainda sinto o  sabor de seus beijos,
Ou a textura de sua pele aplacando os meus desejos.
Sinto seu suor gotejado em meus seios.
Minhas mãos entrelaçando seus cabelos,
A penugem de sua nuca arrepiando de prazer
E seu olhar mostrando o caminho dos meus anseios.
.
Ouvi sua voz sussurrada pedindo: vem amor!
Não hesitei um segundo e nem me fiz de rogada,
Cobri o seu corpo com o meu, sentindo você tremer, arder de calor.
E assim fomos para uma viagem astral,
Era mais do que o encontro de corpos naquele instante.
Era uma dança de espíritos, acima do bem e do mal.

Por um momento pensei que havíamos chegado ao nosso limite.
Dominados e entregando nossas almas ao prazer.
Nossos corpos se fundiram, eram um! Até onde a natureza permite.
Depois veio o doce cansaço.
Não haviam palavras, reinava do silêncio a quietude.
Era o momento de gozar a plenitude.
Do êxtase de uma entrega sem vencido ou vencedor.
Pois fomos prazerosamente rendidos pela força do amor.
Mel L Frankust
Enviado por Mel L Frankust em 01/09/2007
Reeditado em 01/09/2007
Código do texto: T633358

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mel L Frankust
Goiânia - Goiás - Brasil
749 textos (34714 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 06:55)
Mel L Frankust