Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Letras 0152 - Quase primavera



 

Às vezes o sol é de primavera,

as palavras são de verdades,

quando as mãos se juntam,

o corpo aquece o frio de ontem

sem depender das promessas de amor.

 

 

Vem voar na minha vida,

dou-te asas, as que brotam do coração,

o vento virá das vontades,

não faltarão sonhos para dois,

voar é como aprender a falar de amor.

 

 

Quantas lágrimas deixei pra trás,

perderam-se pelos corações sem rosto,

é como crescer nada em um corpo abstrato,

então, inventaram a partida,

as canções de amor tem despedidas no final.

 

 

E chegou a primavera com seu calor,

abro as janelas do lado que dá pro sol,

quero as luzes da alegria em meu peito,

tingir de cores os pensamentos,

aprender mais a cada dia, a cada amanhã.

 

 

Inventa seus caminhos, não custa nada,

faz nascer uma lua e depois o sol,

comece com uma canção de amor,

depois, deixa que a primavera faça o resto,

não existe lição de querer, apenas o querer.

 

 

04/09/2007



Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 04/09/2007
Código do texto: T638367
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 69 anos
4429 textos (117047 leituras)
1 e-livros (168 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 23:51)
Caio Lucas