Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PROPOSTA

Não entendo o pavor.
Porque esta autossabotagem afetiva?
Este medo paralisador.
Esta armadura te deixou de torpor.
Escolhi para ti vocábulos adequados
E os anuncio em silêncio acolhedor.
Cá estou,lavrador de fonemas.
Vem cá ver o outro lado do ordinário!
Entender o senso comum!
Eu  uso  uma métrica sem padrão.
Cultivo palavras por anos
Mesmo as sem cor.
Aturdido, ainda assim insisto em depilar palavras.
Dou outro sentido para palíndromo
E saco rama do meu arcabouço linguístico
Amar, rama, amor, romã,
Não escrevo versos decassílabos
Não me obrigo a usar rima vã.
Vem cá! Não fala nada.
Amemo-nos apenas.
   


 
Cleber Bispo
Enviado por Cleber Bispo em 12/07/2018
Reeditado em 18/07/2018
Código do texto: T6388090
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cleber Bispo
Florestal - Minas Gerais - Brasil, 53 anos
50 textos (2149 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/11/18 21:26)
Cleber Bispo