Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AS LAGRIMAS DO AMOR.











É uma certeza que eu procuro manter, por saber que entre você e eu sempre vai haver lembrança de nós dois, de todas as palavras que trocávamos entre os nossos corpos molhados no depois, e das vezes que nem acendíamos a luz do quarto quando o sol se punha, e ficávamos bem abraçados no lençol da cama, e só o suor como testemunha.
 

Mas, eu sempre vou continuar sabendo do tudo e do nada do que você sentia, quando no meu espaço procuro uma poesia para compor, e consigo ouvir o som do teu clamor, mesmo com a mente já um tanto vazia, pois estou sempre acarinhando o teu corpo na minha imaginação, rememorando toda essa nossa história, que agora toma posse da minha memória, e que ainda cabe tudo nessa recordação.
 

Confesso que ainda sinto escorrer no meu peito as tuas lagrimas do nosso Amor acabado, que mesmo estando longe um do outro, você e eu, vamos estar sempre, lado a lado, pois no meu cine-pensamento, eu tento também continuamente te reconstituir, e o mundo pode até dar voltas sobre voltas que jamais vamos deixar de nos sentir, e por mais que tudo pareça não se encaixar, mesmo que os pássaros parem de cantar, nada vai me fazer deixar de te Amar.


Marcus Paes
Enviado por Marcus Paes em 14/09/2018
Código do texto: T6448417
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcus Paes
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil
4251 textos (34876 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/09/18 04:24)
Marcus Paes