Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Porto

Teus poemas, ainda que a mim
não se destinem
acompanham-me pelos dias
Dentre tanta orgia
meu olhar te vigia
pois é muito, muito mais!
Cada beijo teu tenho roubado
feito menino desajeitado
vou pra um canto saborear
Tenho cultivado um jardim de carinhos
que de toque em toque me satisfaz
Brigas? Não as quero jamais!
Busco em ti uma doce paz
Através do ar que me vem
sinto teus braços me cercando
o beijo roubado me acariciando
pois há muito venho te observando
Nesse meu procurar incessante
quero teu querer inconstante
Eu, que já fui tempestade,
hoje me faço parada de navegantes
Rose Stteffen
Enviado por Rose Stteffen em 09/09/2007
Reeditado em 21/04/2011
Código do texto: T645698
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Rose Stteffen). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rose Stteffen
São Paulo - São Paulo - Brasil
1358 textos (178127 leituras)
16 áudios (1782 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 22:02)
Rose Stteffen