Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SEMPRE SOUBE


Eu sempre soube.
Convicção absurda!
Contada, cantada em versos.
Rimas... rimamos!
Rimos e amamos.
Sorriso do destino
bom humor!
Cadeira de balanço
embalando o sentimento
Que não pensávamos.
Descobrímo-nos a léguas da procura.
Agora amor,
tenho um arco iris de saudade
colorido, brilhante
onde finda em ti, para ser eterno.
Meu pote de ouro!
Meu coração sempre soube
sempre soube, sempre soube!



Gladys
Enviado por Gladys em 10/09/2007
Código do texto: T646036

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Gladys
São Paulo - São Paulo - Brasil
350 textos (28316 leituras)
1 e-livros (105 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 12:40)
Gladys