Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Aqui, dentro de mim.

 

 

Encontram-se pétalas florais, galhos pequenos e ainda estáveis.

Desfilam inconseqüentes ilusões, sentimentos emudecidos e maleáveis.

 

Há distintos universos, alguns já sem vida, e outros, permanecem amedrontados.

Existem receios angustiados, por medo de outros sentidos, sentem-se, condenados.

 

Transitam complexos bestificados, por não mais crerem, em promessas, despedaçadas.

Vivem, inquietantes esperanças, sobreviventes de um passado, por fim, condenadas.

 

Dormem alguns sonhos, surreais em essência, iludidos talvez, por uma obsoleta demência.

Gritam vozes, que ecoam, frias madrugadas, vozes de uma paixão, talvez, em decadência.

 

Afogam-se medos, um após o outro, que não suportaram renúncias, e assim desistem.

Nascem ainda, sementes vitais, que trazem força, e em mim, dia após dia, persistem.

 

 

Gildênio Fernandes

 

Gildênio Assis
Enviado por Gildênio Assis em 14/09/2007
Código do texto: T652776

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gildênio Assis
Itaú - Rio Grande do Norte - Brasil, 37 anos
785 textos (36101 leituras)
36 áudios (1464 audições)
3 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 06:38)
Gildênio Assis