Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

flagrante

a mulher flagrada
na intimidade não diz nada
a mulher flagrada
quando se exprime diz tudo
a mulher flagrada
ela se exime contudo
a mulher flagrada
que nos absorve o mundo
a mulher flagrada
é só um desejo profundo
a mulher flagrada
é só um desejo profano
a mulher flagrada
é a mesma mulher todo ano
a mulher flagrada
a hóstia celeste do amor
a mulher flagrada
o sonho de uma só cor
a mulher flagrada
o sonho de mais de uma luz
a mulher flagrada
o brilho que não se reduz
a mulher flagrada
no leito das dores do parto
a mulher flagrada
esconde os amores no quarto
a mulher flagrada
espírito da juventude
a mulher flagrada
face da flor que ilude
a mulher flagrada
toda quimera ela é
a mulher flagrada
o sonho que a gente quiser
mas sempre menor que a mulher

Rio, 16/10/2006
Aluizio Rezende
Enviado por Aluizio Rezende em 16/09/2007
Reeditado em 16/09/2007
Código do texto: T654553

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aluizio Rezende
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
6831 textos (148043 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 23:34)