Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

amor 61

Assombro ainda não abandonou o amor
Ela não vive sossegada no coração
Nunca imaginei que teria de amar por telefone
A razão é a singeleza das palavras
Amedrontada pelo batimento cardíaco
Ganha agora um novo coração masculino
Homem misterioso e excêntrico no ar
Fala alto que qualquer criança para de gritar
Cuja prosa original é rica em símbolos
Aprende a sonhar com a mulher amada
Esperança no impacto das palavras
Era ela de olho arregalado no espelho
Não poderia esperar os "peles-vermelhas"
Contra os rebeldes locais do processo pessoal
O que mais interessava era sua paixão
Que palavras do som do telefone
Dava paz no seu coração deprimido
O amor chegou sem bater na porta
Pelo som da alma sem visão

Edilley Possente
Enviado por Edilley Possente em 18/09/2007
Código do texto: T657724
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Edilley Possente). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edilley Possente
São Paulo - São Paulo - Brasil, 52 anos
632 textos (25412 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 19:24)
Edilley Possente