Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eterna procura.




No silêncio da minha alma,
Peço a dor trégua. Preciso de calma!
Esse sentimento traz-me o desconforto.  Alienando-me do mundo!
De quem se sente predestinada a sofrer... Em que abismo me entreguei!

Prometo fazer o que for preciso...Sangrar-me pelo que pequei.
Pois não desejo amar-te. Cansei de sofrer.
Sem esperança para lutar. Prefiro me capitular.
Não mais te peço. Já sei a resposta.
Não mais te sonho. Finquei os pés no chão.
Não mais te chamo. Esquecer-te me proponho!

...................................................................

Mas ainda de quero... Minha loucura!
Ainda te espero... Minha eterna desventura!


Mel L Frankust
Enviado por Mel L Frankust em 24/09/2007
Código do texto: T665902

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mel L Frankust
Goiânia - Goiás - Brasil
749 textos (34714 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 06:39)
Mel L Frankust