Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Livre arbítrio 

Meu amado, cálice de vida
Dono do meu coração
Meu mestre dos versos,
Minha eterna devoção.

Enganando a vida sigo a te cativar
És tu, carrasco de minha ilusão...
Aprisionada  neste meu sonhar
No qual sou tua única inspiração.

Sinto-me presa em teu abraço
O coração pulsando em meu peito
Vivendo feliz em te pertencer
Prisioneira desse amor, sem jeito.



Interação ao poema de João Passos.



Imagem do Google.
Lena Lustosa
Enviado por Lena Lustosa em 10/07/2019
Reeditado em 12/07/2019
Código do texto: T6692755
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lena Lustosa
Teresina - Piauí - Brasil
287 textos (23801 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/09/19 06:58)
Lena Lustosa

Site do Escritor