Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Rio e mar

Rio e mar
Às vezes fico pensando, na influência que temos na vida do outro.
Quando amamos, pensamos amar queremos, quando odiamos, feriamos.
Quando desconfiamos vemos o que não existe.
A princípio vem o ódio que nos cega.
Põe palavras onde não há, põe dúvidas onde  tramitava a certeza.
Esse silêncio enlouquece ao mesmo tempo ao mesmo tempo nos cega, nos guia.
Leva ao encontro do que não queremos
Surgem acusações, depois desce um frio na barriga e o turvar da visão.
O suor na palma da mão  brota.
É ódio, raiva e tudo então...
Um tudo que leva ao nada.
Quando decido deixar e vago pelo amor vazio de um esperar.
Esperar no vácuo é não existir.
 Existir sem você é o mesmo que desistir de viver.
Pois, falta ânimo, inspiração, fome , sede calor...
Sem você no meu dia, esqueço de viver, és um rio que preciso percorrer,
Calmamente,em tua correnteza, viajando, descansando,
e pensando em desaguar lentamente meus desejos
Em você, enquanto avidamente te recebo, sem resistir, sem pensar
Em como será o encontro das águas do rio com as do mar.


Bjus, meu rio.
Leandra Telles
Enviado por Leandra Telles em 26/09/2007
Código do texto: T669900

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Leandra Telles
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
111 textos (3481 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 03:18)
Leandra Telles