Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HÁ TEMPO JÁ NÃO SOU PRESENTE

No meu ímpeto de tanto te amar,
Acabo, por fim, te prejudicando
Me sinto cada vez mais distante,
Cada vez menos importante,
Cada vez mais sem lugar algum.
Me sinto como a última coisa.

Me sinto como uma bomba d’água,
Que, sem pressão, não jorra água
Minha prioridade é nenhuma
E minha ausência nem será sentida
Na verdade, acho que sou um peso,
Um prego enferrujado, encravado

Me sinto totalmente inoportuno,
Completamente intruso inconveniente
Tão sem importância que até a fala,
A pouca fala se tornou em nada.
Na verdade, quando estamos juntos,
Nada há para falar de mim.

Mas meu amor continua forte,
Sinto que não há mais lugar pra mim.
Por isto vou parar de ser presente,
Vou ficar em meu canto esperando
Que algum dia consiga esquecer
Quanto fui feliz contigo.

Wilson do Amaral
Wilson do Amaral Escritor
Enviado por Wilson do Amaral Escritor em 26/08/2019
Código do texto: T6730061
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Wilson do Amaral Escritor
São Leopoldo - Rio Grande do Sul - Brasil, 54 anos
1266 textos (323084 leituras)
5 e-livros (12568 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/04/20 00:27)
Wilson do Amaral Escritor