Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nossa melodia

Canções que viram poesias
Poesias que vibram melodias.
Não sei se carrego um Drumont apaixonado,
Ou se vivo na espera de um homem romântico que queria caminhar ao meu lado.
Vivo na glória de ser do meu jeito
Meu amor eu sou chefe de um crime perfeito.

Confundo bocas do passado.
O meu presente, meu enamorado.
Poemas com carícias, suas linhas me encontro na nossa mansão de um casal apaixonado.
Gritava meu nome no silêncio
Ou será que era meu eu me convencendo que o amor em mim havia dominado?

"Faça me seu ninho"
suplicava no nosso encontro amordaçado.
Cecilia de Alencar
Enviado por Cecilia de Alencar em 12/09/2019
Reeditado em 12/09/2019
Código do texto: T6743312
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cecilia de Alencar
Arco-Íris - São Paulo - Brasil, 27 anos
69 textos (2246 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/09/19 16:29)
Cecilia de Alencar