Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UM DOCE MOMENTO DE AMOR.











Quantas vezes a gente abre mão de tantas coisas, quando pensa ter encontrado um grande Amor. É verdade que nós sentimos uma felicidade em profusão, uma energia de se fazer notar por onde quer que se ande como um viajor. São os olhos brilhando, risos de canto a canto na boca. E tudo são flores se formando. Mas, logo vem o pior, à fase da rescisão.

Principalmente quando acabamos de sair de um relacionamento tão mal explicado, cheirando a um falseamento ínfimo descorado. É quase certo que estas pessoas narcisistas um dia vão sentir a nossa falta e isso é evidente, e vão lembrar que sempre estivemos presente. Porém parece que a lassidão destas pessoas as torna cheias de obtusão, e deixam de perceber a nossa presença, nossa atenção, nosso carinho, já não tão significativos em sua verdadeira obsessão!

Navegar é claro que é preciso, mas, ao navegar pelo mar da solidão é indispensável ter um cuidado muito mais especial, pois ai, ele não tem exatidão, já que sentir as vagas da saudade, misturadas com tormentos de emoção, ai é demais natural! Mas, como sair fora dessa tristeza e voltar para a calmaria, e ter novamente a nossa embarcação emocional contida, já que somos o timoneiro desse que é chamado “Coração”, e somos os últimos a deixá-la, afundamos se preciso com ela nessa despedida.

Penso que chega um momento que temos que trocar os nossos sonhos por uma propositura. Não podemos aceitar que os nossos olhos percam o seu brilho nessa tecitura, e nem que aquele sorriso que fazia parte da nossa índole se torne escasso, mesmo que as nossas palavras sejam apenas um abraço, tanto a pensada, escrita ou falada, não tenham mais o fulgor, e venha cassar a nossa expressão de apreço acolhedor, já que certamente a tristeza tomou conta da nossa alma, e chagou o nosso Amor.
Marcus Paes
Enviado por Marcus Paes em 12/09/2019
Código do texto: T6743346
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcus Paes
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil
5112 textos (42421 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/09/19 15:56)
Marcus Paes