Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

estranho amor

quase sem querer
eu acabei perdendo voce
estranho amor
obra do destino
aquele peregrino
que sempre ora por um mundo melhor
estranho amor
queria que ninguém morresse
queria que ninguém chorasse
queria que ninguém morresse
que ninguém sofresse
e sempre dizer amém.
estranho amor
que destrói a dor
que assassina o rancor
estranho amor
onde existia o teu simples calor
pudesse-me guiar além do horizonte
além da imperfeição da alma
além do ego do espírito
onde pudéssemos ver em outras dimensões
a força desse estranho amor.















































































































































































































ob
Profeta do Amanhã
Enviado por Profeta do Amanhã em 30/09/2007
Código do texto: T675191
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Profeta do Amanhã
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil, 32 anos
3829 textos (124270 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 11:50)
Profeta do Amanhã