SEMOVENTE

Eu te toco e não te tenho,

e tuas feições somem como o intocável vento...

Eu tenho afetos e silêncios que formam

um triste rio entre nós.

Eu te sinto...

E a reticência decompõe o sintagma da palavra

à destilar na semântica

lagrimosas pérolas em minha voz.

E te falo sobre pétalas

e o despetalar das palavras não floridas que...

sem antes conhecer a vida,

só fazem o Amor murchar...

Dylla Vicente
Enviado por Dylla Vicente em 06/10/2019
Reeditado em 12/01/2020
Código do texto: T6762709
Classificação de conteúdo: seguro