Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MENTIROSO POETA ....

   
   
Ary Bueno [ O Príncipe dos poemas e do amor ]

Poeta, és mesmo um eterno fingidor
Mostras nos versos tanta luz e amor
Que todos o julgam apenas sonhador
Sem desconfiar desta  tua imensa dor

Tu carregas no peito sempre a saudade
No coração a tristeza faz morada eterna
Se por fora mostra uma grande felicidade
Dentro de ti o teu sofrer, jamais hiberna

É teu coração um relicário, bem fechado
Aonde este teu amor, conservas guardado
Com uma tênue esperança, já quase morta
Que ela ainda voltara a bater  em tua porta

Teus sonhos, deixas muito bem escondido
De teu amor, não falas, nem da tua saudade
Assim todos, irão pensar que foi  esquecido
Que teu amor era mentira, não era verdade

Pobre poeta, infeliz, mentiroso, enganador
Caminhas, com tua saudade, a sua solidão
Lembrando desta que foi seu grande amor
E que nunca você a afastou de seu coração

Finja sempre, que estas feliz, quando escrever
Em teus poemas, mintas sempre seu viver
Para que ela também, não venha por ti sofrer
Apenas fale de amor, nunca de teu padecer.....



Principe dos poemas e do amor
Enviado por Principe dos poemas e do amor em 03/10/2007
Código do texto: T678464
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Principe dos poemas e do amor
Aquidauana - Mato Grosso do Sul - Brasil
885 textos (107556 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 23:28)
Principe dos poemas e do amor