Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Recital

Enfeito-me de noite transpassada
em cada verso meu que te celebra
enquanto a roseira em frenesi
oferta-se em recente floração;
enquanto a manhã desabitada
povoa-se de abelha e girassol
chamando-te ao dia que se forma
num êxtase de luz e recital.

Eu sempre reinvento a esperança
em cada acorde trêmulo de sino,
em cada verso úmido de lua
polindo o cristal frágil das sílabas
com a mesma mão que guarda, entre as linhas,
a poesia auroreal do teu sorriso.

A cifra que te canta encantamento
escrevo sobre páginas noturnas
que se timbram na manhã.
O que canta em mim nasce de ti
e pulsa e vibra incontrolável
em sol desconsolado...

Meu poema não é mais que a tua ausência
vestida de saudade musical.
Vaine Darde
Enviado por Vaine Darde em 03/10/2007
Código do texto: T679498

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vaine Darde
Capão da Canoa - Rio Grande do Sul - Brasil
543 textos (86124 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 12:39)
Vaine Darde