Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DENGO DE MULHER


DENGO DE MULHER


Observo você tão quietinha
Olhos vermelhos de lagrimas
Sinto vontade de lhe acariciar
Fazer seu choro cessar
Voltar a rir e se alegrar

E eis que ouço dizer
Que esse meu encanto
A deixa tão ansiosa
E o meu brando fogo
Acende esse seu querer
E alem disso
Esse  meu riso
Alegra a sua noite
E a faz de novo renascer

Minha menina dengosa
Esse seu jeito sensível
Faz-lhe um ser irresistível
 A minha flor chorosa
Brincar contigo de bem me quer
Tratar-lhe como uma menininha
A ser meu dengo de mulher
GILSON G SANTOS
Enviado por GILSON G SANTOS em 04/10/2007
Código do texto: T679775
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
GILSON G SANTOS
Cubatão - São Paulo - Brasil, 51 anos
1332 textos (123767 leituras)
2 e-livros (44 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 13:54)
GILSON G SANTOS