Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

No gelo da neve escorre...



... todo o sangue pisado,
contido, inda, em meu coração,
que então, já perdoa, e sem mágoas,
não perde tempo e se vai, rumo ao infinito...


https://www.youtube.com/watch?v=_xyxsgHp3yw


O que foi bonito?
Ah! Teve tanta coisa bonita,
tantos sabores gostosos
tantas amizades alegres,
correria, andar de bicicleta,
as brincadeiras de roda não paravam...

Nossos corações eram mais ingênuos, mais puros,
nos amávamos com tanta candura, tanta inocência,
nada nos culpava por brincar, como crianças...

MAS O MAL entrou no meio!... E tudo que era doce,
se perdeu nos sangues jorrados de nossas entranhas,
putrefatas, que se derretiam pelos caminhos...
até que um ser poderoso, divino, vinha, e a tudo sorvia,
deixando sem marcas os terrores, mas nas lembraças
apenas os momentos de crianças, colhendo flores silvestres,
e saboreando amoras, pitangas, mangas, jabuticabas...
pelas longinianas jornadas dessa nossa tão intensa vida...


Vivemos tudo: a infância, os sabores, dos amores as brincadeiras,
tomando chuva, brincando na lama, jogando bola no lameiro,
soltando pipa, pilando corta, ou de amarelinha... porque os
meninos brincavam com as meninas, num momento pueril da
história, que por alguma maldição invejosa.... se perdeu...
dentro da nossa história, e isso tudo, conta de nós;;;




Lilith Guerreira
Enviado por Lilith Guerreira em 09/12/2019
Código do texto: T6815107
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Lilith Guerreira
Chania - Crete - Grécia
265 textos (9794 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/04/20 15:06)
Lilith Guerreira