Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

trans

O escravo do amor

Mim escravizarei por gosto
Nesse tão grande amor
Mim aprisionarei por gosto
Nesse tão grande amor
Mim chicotearei por gosto
Nesse tão grande amor

Desse amor
Que jamais
Quero mi libertar
Desse amor
Que jamais
Quero mi abandonar
Desse amor
Que jamais
Quero mi fugir

Ficarei se possível por todos
Os dias da minha  vida escrava
Mim alimentado
Desse amor
Desse sonho
Desse desejo
Mim acorrentarei de propósito nesse amor
Mim porei a ferro de propósito nesse amor

Meu pelourinho de sofrimento e prazer
Meus palmares de dor e liberdade
Minha Bahia de sonhos e ilusões

Você que entrou na minha mente
Você que esquentou minha pele
Você que esfriou meu estomago
negro Rubro Valente
Enviado por negro Rubro Valente em 06/10/2007
Reeditado em 09/03/2008
Código do texto: T682796

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Professor Creves Brito da Cruz). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
negro Rubro Valente
Imperatriz - Maranhão - Brasil, 47 anos
46 textos (1599 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 11:30)
negro Rubro Valente