Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quem sabe o que resta desse amor.
De Tania Mara Benaion de C. Motta

Quem sabe,
Dessa distância cruel de agora
Desse momento em que você foi embora.
Fique uma paz serena e renovadora,
Em meu coração de amante amadora.

Quem sabe,
Os beijos apaixonados, trocados por nós
Os momentos em que passamos a sós.
Tenham valido por antes e agora,
E me acompanhem pela vida afora.

Quem sabe,
O sorriso que insistia em nascer,
Nos instantes em que estava com você.
Persistam para sempre em minha vida,
Como uma recordação carecida.

Quem sabe,
Se todas nossas palavras e sussurros,
De amor e paixão,  incontidas
Prevaleçam e perpetuem em mim,
Essa saudade que hoje me domina.

Quem sabe,
Apesar de hoje não ser como antes
Você continue em minha vida.
Como uma tatuagem em meu corpo,
Onde não se pode apagar sem deixar feridas.

Quem sabe,
O tempo que passa lento e impiedoso,
Possa também sanar essa minha dor.
E me levar em meus sonhos e delírios,
A um momento perdido mas enternecedor.

Quem sabe,
Não somente em mim tenha existido um "nós',
E para sempre, não seja o mais improvável 
E euque aqui fiquei sozinha e tristonha, 
Possa esquecer minha realidade inaceitável.

Quem sabe,
O cheiro do teu perfume que ainda sinto,
O sabor dos teus lábios que ainda revivo.
Percam-se e não permaneçam em mim,
Como um sentimento fraco e obsessivo.

05/10/2007

Tania Benaion
Enviado por Tania Benaion em 06/10/2007
Reeditado em 02/06/2013
Código do texto: T683098
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tania Benaion
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
594 textos (46471 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 04:09)
Tania Benaion