Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SAUDADE, MALDADE !





o momento se foi
entre lágrimas de dor;
no gemido, no lamento;
na angústia de lembranças
que ficaram perdidas no tempo,
que flui ligeiro,
escorre entre os dedos,
e carrega em seu corpo
um longo, duro
e incessante recordar...
e ao se ver só,
diante de seu próprio reflexo,
surge um sorriso triste,
recorrente, mas irônico...
que espelho velho aquele;
sujo, riscado, sem graça,
mostrando o descaso do tempo;
os olhos molhados;
um sorriso retirante;
e até a alma aflita,
ao ver a si próprio
e  a lágrima teimosa
que ficou presa
entre algumas rugas (!)
só não lamentou ter amado,
porque o amor verdadeiro
não se perde nunca...
por isso continuava a amar,
com toda força de sua juventude,
que o velho espelho
teimava em mostrar
velhice de um mero reflexo !


(Tadeu Paulo -- 2007-10-07


Tadeu Paulo
Enviado por Tadeu Paulo em 07/10/2007
Reeditado em 23/01/2010
Código do texto: T684056

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tadeu Paulo
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 74 anos
435 textos (47790 leituras)
2 e-livros (188 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 05:30)
Tadeu Paulo