Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
RETRATO DE UM AMOR

Ah esse amor!
Dos versos perdidos – indefinidos,
Dos sonhos mergulhados – afogados,
No mar da agonia,
Onde não há dia.

Ah esse amor!
Do (en)canto triste – persiste,
No corte – com acordes agudos,
Transpor o absurdo,
Daquilo que se chama dor.

Ah esse amor!
Que invade – queima,
Faz alarde – teima em me prender,
É dono do meu umbigo,
Sabe que eu não consigo,
Me refazer.

Ah esse amor!
Tela que eu mesmo pintei,
Como um retrato de Dorian Gray,
Traços do meu imaginário,
De um coração solitário,
Amor que eu tanto esperei.

Amor que virá?
...Não sei!
DELEY
Enviado por DELEY em 08/10/2007
Código do texto: T686214

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
DELEY
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
4980 textos (188718 leituras)
4 e-livros (1657 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 13:57)
DELEY