Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto





Não quero profanar esta atmosfera

do nosso elo inocente e puro nesta

suavidade cândida que desabrocha

Em cantos de rouxinol,minha bela fera

 

As emoções que acordam minha alma

Em melindres de pudor,nas palpitações

Que rompem o fio tênue da indecente

nudez ,

 

Ou se teus cabelos loiros,despertara

Minha face em rubor, impassível no gozo

Ou, se as sombras coloridas contornam

O panorama do teu corpo,nas misturas

Dos perfumes em teu talhe.


demetrioluzartes
Enviado por demetrioluzartes em 15/10/2007
Reeditado em 15/10/2007
Código do texto: T695248


Comentários

Sobre o autor
demetrioluzartes
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
1073 textos (40805 leituras)
12 áudios (779 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/02/21 00:45)
demetrioluzartes