Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

As horas findas do dia...

Bem lá no fim daquela costa,
Toda tarde quando sol se põe,
Vejo por sobre os montes os reflexos dos raios,
Invadindo as águas, misturando-se e fundindo-se,
Fazendo resplandecer toda a majestade,
Por onde eu navego nessas horas?
Acompanhada de um violão,
Envolvida nessa harmonia perfeita,
Falo de amor, em versos e melodia,
Aproveitando as horas findas do dia,
Para dizer-te meu amor...
Sou feliz por ter o teu amor!
Socorro Castro
Enviado por Socorro Castro em 15/10/2007
Reeditado em 14/11/2007
Código do texto: T695515

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Socorro Castro
São Luís - Maranhão - Brasil
276 textos (25282 leituras)
4 e-livros (197 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 12:13)
Socorro Castro