VEREDICTO

Ela me acusou.

Me defendi.

Enfim, saiu o veredito:

"Nesse campo do amor,

Ninguém é culpa!".

Fomos absolvidos.