Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nunca mais

Nunca mais


Nunca mais deitei na varanda
nem recebi um afago de cafuné

nunca mais meu amor chegou
me trazendo beijo com sabor de café

nunca mais comi doce de leite
recebido na boca com sorriso e colher

nunca mais dei buquê de flor
e chamei moça menina de minha mulher

nunca mais fui alegre e feliz
nunca mais cantei um canto sequer

nunca mais amei nem fui amado
sentir calor de um corpo já não sei o que é.


Rangel Alves da Costa
blograngel-sertao.blogspot.com
Rangel Alves da Costa
Enviado por Rangel Alves da Costa em 30/06/2020
Código do texto: T6992504
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Rangel Alves da Costa
Aracaju - Sergipe - Brasil, 57 anos
10699 textos (361068 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/07/20 17:16)
Rangel Alves da Costa