Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto








A beleza imaterial dos anjos não

Ofusca a imortalidade do nosso amor

lindo som fonético  dos movimentos

Labiais, sua fusão na união da matéria

 

Palavra cúmplice dos deuses dourados

Revestida com o mais puro vinho,  linho

Das imaginações poéticas. 

 

Amor,passado e  repassado,  mãos frenéticas

Colhem as flores,  os lírios das madrugadas

Na volúpia de berços florais.

 

A morte nutre o desejo de amar, e matar

O belo,o amar perpetua a ironia da vida

Na suscetibilidade cristalina do ser.

 

Doce será sempre o teu sorriso

Ao pronunciar esta canção  eterna

 Amar.

 

 

 

demetrioluzartes
Enviado por demetrioluzartes em 19/10/2007
Código do texto: T701692

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (demetrio luzart). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
demetrioluzartes
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
981 textos (36645 leituras)
12 áudios (774 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 19:24)
demetrioluzartes