Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PELA GLÓRIA

Cativo, mas amado
dou-te um abraço agora.
Aceites ! Deste penado.


Encosto minha a tua face
humana beleza
e beijo-te com certeza.


E devagar aperto
tuas mãos serenas,
ao meu peito apenas .....


Se não queres. Não me dês alegria
pra que meu riso
não se transforme em agonia.


Mas, se queres. Adorarei
este momento e olharei
pra ti querida.


Sei que gostas muito,
quando te beijo o seio
ficando nós, no alheio.


Tudo isto pra mim, é um inferno
te amo, te quero
mesmo que passe o inverno.


Raios de sol penetram
por este dia
nesta janela,
o que me enche de alegria.


Estou perto
e muito longe de ti,
por não ser nada esperto.


Minhas narinas arfam
perfumes d´amor que o vento,
empresta a mim
neste momento.


Penso nos teus beijos
delírio.
Exalo tua essência
por tu permanência.


Ergo-me diante de ti
neste final,
por este amor
que é nosso
templo redentor
e, é imortal.



Do Manuscrito: Pra uma rosa com amor.
( Versos simples de amor e de paixão de um homem por uma mulher.
São versos simples que escrevo como o coração ordena.)

tabayara sol e sul
Enviado por tabayara sol e sul em 22/10/2007
Código do texto: T705578
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
tabayara sol e sul
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 70 anos
615 textos (123037 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 09:04)
tabayara sol e sul