Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Vida é Um MIlagre - Para Wilson Bueno

 
 
A VIDA É UM MILAGRE

Para Wilson Bueno

A Vida, não por acaso
é um milagre
A invenção do Ser Humano é um
Deus um dia acordou de ótimo humor celestial
E materializou um caco do espelho que sangrava luz
Em cabeça, tronco, membro, espírito - e Milagre!
 
A Vida é um Milagre
do pão e do quartzo-róseo
Da boemia, de todos os poetas enluados
E dos que enfrentam tantos moinhos e adventos
Como é milagre o deserto, a nuvem ou um show de circo
Até a sobrevivência da espécie - maravilhoso milagre!
 
A Vida é um Milagre
do gênesis à globalização
Por horizontes e tantas auroras boreais
Tudo em confeito de sagas e mil videiras magnas
Entre o arco-da-promessa e o refluxo da piracema
Ou caldas regadas à harmonia de templários milagres!
 
A Vida é um Milagre
do presépio ao raio laser
Passando por silos, moendas e lagares
Tudo uma orquestração de Deus com som timbral
Entre vulcões, tempestades e plangentes encantários
Com o amor divinal de tantos santos milagres!
 
A Vida é um Milagre
da concepção ao ninhal
De Mozart a Monet, de Violeta Parra à Poeta Helena Kolody
É tudo uma iluminura de peregrinos sonhadores
Pois o ser se fez carne e luz, para evoluir e ser anjo
Assim na terra como céu, de infinital milagre!
 
A Vida é um Milagre
como a porcelana
Como a invenção do telégrafo ou telefone
Deus precisava se comunicar com a perolização das ostras
E depois que criou a mulher e seu calendário de lágrimas
Teve piedade desse enternurado milagre!
 
A Vida é um Milagre
do silêncio ao tornado
Da tecnologia neural ao Projeto Genoma
Tudo uma tábua de esmeraldas de berçários e ampulhetas
O ser humano buscando a impressão digital no punho de Deus
Além da dimensão cósmica que é esse canteiro de milagre!
 
A Vida é um Milagre
do golfinho ao açúcar
Do azeite ao solário que habita na tez do tamarindo
Cada mulher grávida é uma nova tentativa do Pai Criador
Querendo um novo ser na evolução de sua essência matriz
À sua imagem e semelhança repurificada num outro milagre!
 
A Vida é um Milagre
de Sócrates a Wilson Bueno
Seresteiros e anjonautas virtuais O louvam por satélites
Tudo é uma só soma no paraíso de questionários cósmicos
Desde a semente pra Ganimedes ou uma Viagem no Tempo
E toda babel humana quer decifrar o código legado do milagre!
 
A Vida é um Milagre
grávidas e marceneiros
Professores e inventores de sanduíches ou reciclagens inclusivas
O parto do mico-leão-dourado ou a técnica de chorar escondido
Até as tentativas de cadastrar vidas nos objetos-não-identificados
Ou fazer pamonha com maizena imitando milho feito milagre!
 
A Vida é um Milagre
de Darwim a chips orientais
Do granizo azul-xadrez ao gafanhoto branco transgênico
Tudo um solo de Deus no palco de sua pandimensional galáxia
Preparando a Nave Terra geóide para um futuro novo céu
Muito além do curtume da vida que se decanta num milagre!
 
A Vida é um Milagre
com diásporas ou saraus
Tudo um mesmo espetáculo de tulipas ou chuvas de meteoros
De Pelé a Carlitos, de Mazzaropi à Estância Boêmia de Itararé
Tudo reinando purificações em altares com esperanças limpas
Na sagração angelical de zilhões de binários milagres!
 
A Vida é um Milagre
Deus reina em todos eles
Borboletas de veludo e esquilos marrons sabem desse equilíbrio
Tudo é espetáculo de grandeza além de nossa compreensão
Querendo campos de trigos sem guernicas e sem joios
Com jacintos de jade ornando jazidas de milagres
 .................................................................................
A Vida é um Milagre
do fermento ao átomo
Do hangar sideral ao complexo sítio de urânio além do sol
Tudo divinal como se um sudário de magníficas constelações
Então colhemos poemas e amizades com luzes que se abraçam
E nos revelam a eternidade do amor em tantas Mães que são os principais elos desse MILAGRE!
-0-
Silas Corrêa Leite – Itararé-SP

 
 
 
 

Poetinha Silas de Itararé
Enviado por Poetinha Silas de Itararé em 24/10/2007
Código do texto: T708491

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Silas Correa Leite). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poetinha Silas de Itararé
Itararé - São Paulo - Brasil, 65 anos
141 textos (52801 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 02:06)
Poetinha Silas de Itararé