Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ausência

Que inquietante percepção!
Sinto com os pés uma terra molhada...
Terá chovido durante a noite?
Ao dormir, abrir a janela
E contemplei o céu estrelado...

E esta Rosa, então...
O que poderia ser estas gotas?
Queria ela chorado a solidão?
Ou seria apenas o orvalho da noite?
Foi uma noite tão quente,
Como poderia então...?

Que hoje é esta
Que vaza a janela?
Se quando me deitei
Mal tinha levantado se a lua...

Ser não me deixou o cansaço
Como poderia ter dormido tanto?

Nem desarrumou se a cama
Embora tenha eu mergulhado,
Me virado e revirado...

Tive um sonho que mal me lembro
De tão curto que foi meu descanso.

Cedo deitei, pouco dormir, nada descansei...
Que inquietante sentimento
Esta cama espaçosa
E meus pés gelados...
Oliveir Allarcehc
Enviado por Oliveir Allarcehc em 21/11/2020
Código do texto: T7117452
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Oliveir Allarcehc
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
93 textos (1654 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/11/20 14:07)
Oliveir Allarcehc