Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um poema solto

Olhos tão intensos, ainda mais quando iluminados pelos raios da manhã.
Olhos marejados de uma noite de bebidas e cigarros, uma noite de sexo e prazer ou apenas uma madrugada inquietante? Não me vem ao caso, mas aqueles olhos sobre a mascara dentro do ônibus lotado me congelou.
Ela se destacava com aqueles olhos negros, como a mais bela noite sem luar.
Aqueles olhos encaravam o nada para fora da janela, e me pergunto se eles olhavam a vista ou as almas que ali estavam. A dona daqueles olhos hipnotizantes estava em sua utopia, como eu estava no meu.
Apenas mais uma
Enviado por Apenas mais uma em 21/11/2020
Código do texto: T7117454
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Apenas mais uma
São Francisco de Paula - Rio Grande do Sul - Brasil
40 textos (598 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/11/20 13:15)
Apenas mais uma