Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PÉROLA DA MANHÃ

Lembro teu olhar amor,
que agonia por aquelas luzes
credo, cruzes !
Assim que passa a ventania
volto a cantar
pra por ela amar nesta cercania.


Um dia ! Qual uma flor
com todo esplendor o amor, vivia,
sentia, uma grande alegria
porque a praticaria todo amor
neste dia.


Isto me dá consolo, do amor pelo amor
sou tolo só de lembrar não poder amar,
sempre com terror
coroando com isto dor e reputar desconsolo.
Distantes sobre os meus e teus
gemidos constantes.
Ah fomos parar ! Depois chorar
e no final adeus
escondemos seus e meus sustos
nestas torrentes.
tabayara sol e sul
Enviado por tabayara sol e sul em 28/10/2007
Reeditado em 19/01/2009
Código do texto: T713609
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
tabayara sol e sul
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 70 anos
615 textos (123038 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 13:02)
tabayara sol e sul