Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SENSÓRIO POEMA...

Vou ficar assim...
Muda,até você
calar-me.
Cega,até você
beijar-me os olhos.
Surda,até você sussurrar-me...
Os sentidos estão abertos,
os poros e a alma
secos por você...
A mente molhada,
o dia quente.
O sonho úmido,
a madrugada,mente...
Travesseiro cúmplice,
mudo,cego e surdo.
Os sentidos passeiam
pela casa,escondem-se
atrás das portas.
Os meus corredores
sentem os teus pés,
e os teus pudores...
A minha mão desliza
muda,e de novo muda
de lugar...
Tateia sonhos úmidos,
secos,escondidos pelos
corredores do meu corpo
cego,surdo e mudo.
Luciane Lopes
Enviado por Luciane Lopes em 29/10/2007
Código do texto: T714499

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luciane Lopes
Mirassol - São Paulo - Brasil, 46 anos
1215 textos (60546 leituras)
47 áudios (3088 audições)
1 e-livros (120 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 22:50)
Luciane Lopes