Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUANDO SE PERDE UM AMOR...

Minha suavidade bandida, este monstro inquieto da busca se despediu das fraquezas,
Senti a espinha fria, o medo se corrompeu e eu sorri.

A nua estrada me levou a uma enorme vazia vida, sem nada a temer, prosseguir.

Enxerguei uma única saída, estava tão perto que ALCANCEI o que achava inalcançável.

O meu mundo se explodiu, e as estrelas vieram iluminar a minha grande luta.

O sol escondido resolveu me dar um lugar no infinito.

Cheguei a chicotear-me de idéias, e a ardência me renovou por dentro.

Tentei esconder minhas amarguras, mas a mulher que amei me viu nu.

As perguntas eram inevitáveis, mesmo assim o universo conspirava contra tudo e contra todos que me rodeavam e me vi só.

Não exista mundo, nem um lugar á altura do meu contentamento quando me explodir em êxtase.

O abraço da alma me refez, e tive você, a mulher dos meus sonhos nasceu pra mim.

O grande brilho ergueu sua mão e me fez de uma criança um homem mito do amor
Gueko
Enviado por Gueko em 29/10/2007
Código do texto: T715107

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gueko
São Mateus - Espírito Santo - Brasil, 51 anos
817 textos (34100 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 17:42)
Gueko