Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ciclo

A estrada não é plana
Alguns precipícios,
algumas curvas,
obstáculos, desvios.
Por isso minha demora.
Meu olhar entre brumas,
a boca seca, tortura!
Nem sei como chegar.
Mas, profissional
nas dificuldades,
não emendo...
Sinto-me aprendiz
a cada dor.
E dores surgem,
eu querendo ou não.
Por um rabisco incompleto,
por um estrondo repleto
por um não dizer o que há.
E o meu sentimento como fica?
Embrulhado em seda
laçado por uma fita
aguardando o seu desatar.
Ultrapasso outra linha;
a bússola como guia,
ainda hei de chegar!
Já sinto o cheiro do rio
Águas corredeiras
- um ciclo
Vou me desaguar...
Dora Leal
Enviado por Dora Leal em 30/10/2007
Código do texto: T716412

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Dôra Leal). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dora Leal
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
509 textos (25927 leituras)
1 e-livros (38 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 06:54)
Dora Leal