Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Os olhos da lua

Os olhos da lua

Se tão pouco me olhas,
é porque teces em ti certo abandono,
esse tal judiador sem nome,
cheio de tormento e desencanto.

Nas melhores horas em que te vejo,
sempre meus olhos os fecho
para enxergar a tua alma
trocando de roupa,
nua e solta
desejando beijar-me.

E aí nasce um outro olhar
e pede para meu coração cantar
os versos que desabandonam
qualquer louco como este que te ama,
seresteando luares,
acordando feliz as madrugadas.
Paulino Vergetti Neto
Enviado por Paulino Vergetti Neto em 01/11/2007
Código do texto: T718715
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Paulino Vergetti Neto.(paulinovergettineto.blogspot.com/)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulino Vergetti Neto
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 59 anos
2398 textos (137194 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 13:47)
Paulino Vergetti Neto