Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto do meu Espirito

Há inumeras formas de ver o mundo
Que às vezes para alguns ele some
E em apenas alguns poucos segundos
Ressurge aos olhares de outros homens

É  no silencio que se sente a fome
Que há no âmago do espirito profundo
É o que faz com que alguns homens tomem
Para si, um pesar lento e moribundo

De um violino envelhecido no tempo
Que com seu arco enferrujado e torcido
Arranha as longas melodias dos ventos

São tantas faces obscuras no mundo
Que é só o tempo que concebe a verdade
Que todas as noites a você eu pergunto
alexandre montalvan
Enviado por alexandre montalvan em 01/03/2021
Código do texto: T7195787
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
alexandre montalvan
São Paulo - São Paulo - Brasil
722 textos (31063 leituras)
310 áudios (8492 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/05/21 08:18)
alexandre montalvan