Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu Coração Levita

Na estranha sensação da distância
Busco acompanhá-la de perto,
Aliás faço isso desde a infância,
Mesmo sem estar desperto.

Hoje posso afirmar que encontrei
Quem comigo forma um Ser completo.
Foram tantos anos que te amei...
De você meu Ser está repleto!

Sem desespero, em paz suave
Abraço a mim mesmo em paz.
Não sinto agora nenhum entrave
Para que feliz eu não seja capaz!

Ceci, flor esmeralda que enfeita
O que tudo existe em mim!
Oh, moça bonita que tudo ajeita,
E me deixa nessa alegria assim!

Os meus pensamentos assentam
No sentimento bom que vem vindo...
Paisagens coloridas nos apresentam
Num futuro promissor e muito lindo!

Meu coração agora levita...
Minha mente o pensar evita!
Imagens formam na minha frente...
A felicidade se faz presente!

Apenas sensações agradáveis
De tanta beleza, inefáveis!
Muita luz por todo lado irradia...
Tanto na noite como no dia!

Sinto a presença Divina...
Que cada detalhe assina!
Tamanho esplendor irradiante
Se apresenta nesse instante!

Um crisol de emoções cruzadas...
Na mais perfeita harmonia...
Puro amor que emana rajadas
De bençãos, paz e alegria!

Sinto-me pequeno diante desta majestade!
Sinto-me nada dissolvido nesta imensidão!
O sentir não poderia expressar a verdade
Que vivo intensamente em meu coração!

Todas as emoções que podemos sentir
Todas as palavras que possamos dizer,
Jamais poderão ao menos resumir
O que os olhos de minh'alma agora podem ver!

É como se o mundo todo pudesse alcançar,
E coubesse aqui em minha mão!
Como se eu pudesse a todo mundo amar
Sentir-me parte de toda criação!

Onde não existe a dor que escraviza,
Onde tudo é diferente deste mundo,
Onde a compreensão de tudo desliza,
Onde a paz está no mais profundo!

Salve aquele que no escuro está perdido
Com o coração confuso padece...
Como gostaria a ele agora estar unido...
Para que de mim ele pudesse

Beber deste maná sagrado
E de qualquer mal fosse curado...
Na paz e beleza apaziguado...
Do sofrer estar liberado!

O amor de mim expande em luz
A tudo que existe resplandece,
Ao que sinto no mais profundo faz jus,
Meu ser por esta Graça agradece!

No êxtase que experimento
Plasmar uma forma eu tento!
E vejo com todo encanto,
Um lindo quadro Santo...

Nós dois no auge de nossa união,
No abraço de nossas Almas felizes
No ar uma linda e singela canção,
Uma linda pintura de muitas matizes!

Ceci e Leon juntos amando...
Pra sempre enfim caminhando...
Desfrutando das Graças recebidas...
Na entrega total de suas vidas...
Leon del Bargo
Enviado por Leon del Bargo em 03/11/2007
Reeditado em 04/11/2007
Código do texto: T721151

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e seu email leondelbargo@yahoo.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leon del Bargo
São Paulo - São Paulo - Brasil, 56 anos
204 textos (12775 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/17 23:09)
Leon del Bargo