Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VAGA-LUME

Há uma luz vaga,
No brilho do vaga-lume,
Que me questiona e indaga,
Sobre sua origem e costume.

         
O vaga-lume naufraga,
Na imensidão escura como betume,
Oferece o seu acende-apaga,
Pelo seu diminuto brilho e lume.

       
Fere-me os olhos como adaga,
Os feixes de luz de vários gumes,
Depois suavemente sua luz afaga,
Quando paira no ar os seus queixumes.

E o vaga-lume sozinho vaga,
Pela note de completo negrume,
Quando há luar, a luz dele estraga,
Quando não há, apenas a sua faz volume.

1.980
JOSE LINS
Enviado por JOSE LINS em 05/11/2007
Código do texto: T723873
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JOSE LINS
Lins - São Paulo - Brasil, 62 anos
499 textos (32250 leituras)
26 áudios (1988 audições)
4 e-livros (116 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 15:08)
JOSE LINS