Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AURORA


AURORA

Quão afável é o teu cantar...
Tu chegas linda, rubra totalmente
A iluminar as veredas docemente
Gorjeios tantos a te acompanhar
E o sol em chamas por te amar
Aurora, tuas ancas remexem as horas
E a sorrir invades o dia, és dele senhora
Meus olhos brilham ante tua majestade
Manhã de luz. Amar-te-ei pela eternidade
Sou o orvalho que por ti chora!

Aos teus pés estou resignado
Incrédulo ante tua formosura
Não me canso de galanteios e mesuras
Nem vislumbro tua recusa e angustiado
Peço-te beija-me, quero ser lembrado
Atiça teu fogo, o desejo em mim
Irei desvanecer bem sei e será o meu fim.
Vem aurora, tu és meu idílio
Poeta sofre, tem delírios
Porque o sol insiste em roubá-la de mim?
Tânia Mara Camargo
Enviado por Tânia Mara Camargo em 09/11/2007
Código do texto: T730391
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tânia Mara Camargo
Jundiaí - São Paulo - Brasil, 60 anos
508 textos (17642 leituras)
7 áudios (418 audições)
1 e-livros (32 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 04:48)
Tânia Mara Camargo