Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Que não saibas

Não quis me apaixonar
Mas que escolha tenho?
Se o coração bateu depressa
Fugiu do peito, veio à garganta
Como há muito não fazia.
E aquela esperança seguida de lágrimas,
Pois não posso te querer, não posso
Meu amor é destrutivo e me é inevitável
Tocar as mulheres que amo e deixar
Um pedaço de meu ser e uma ferida sobre o seio
Como a criança que morde a mãe, faminta
Como o desesperado que lhe aperta o braço até doer
E sempre dói, e tanto
Que deixo doer só em mim
Para que não doa em você.
Daniel Cavalcanti
Enviado por Daniel Cavalcanti em 10/11/2007
Código do texto: T731754

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Daniel Cavalcanti
Teresópolis - Rio de Janeiro - Brasil, 31 anos
125 textos (3495 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 04:57)
Daniel Cavalcanti