Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

À espera da alvorada

Chega o anoitecer
É hora de escrever
No silêncio da escuridão.

Lá fora o universo
Me inspira a pôr em versos
Sentimentos do coração.

Tudo que tenho eu descrito
Nas estrelas está escrito
E roubei delas pra mim.

Minh’alma está condenada
À espera da alvorada
Uma espera que não tem fim.

Passo noites acordado
Sonhando te ter ao lado
Nos teus braços curar o frio.

És como um raro brilhante
Radias brilho cintilante
Tal qual ninguém ainda viu.

A Lua que está no céu
Como eu condenada ao léu
Não deixa nunca de brilhar.

Emana intensa luz prateada
À espera da alvorada
A mim veio acompanhar.

*2007
Marcelo Nunes
Enviado por Marcelo Nunes em 11/11/2007
Reeditado em 28/02/2008
Código do texto: T732353
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcelo Nunes
Rio Grande - Rio Grande do Sul - Brasil, 34 anos
133 textos (4187 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 19:39)
Marcelo Nunes