Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Andarilho

À beira do balcão um homem e um copo,
Uma taça que reluzia qual o sol da manhã
Calçada de jovens cheios de esperança,
Um jardim em flores, crianças errantes
E homens refugiando-se da amargura...

No canteiro central esperanço olhar de amor
Em busca da caricia perfeita, estonteante
Tremia no lago a água e feito sonâmbulo,
Abrigava em teu seio peixinhos doirados
Entretendo olhares apaixonados

Olhava a praça, o jardim e seus visitantes
Como se olha alguém quase sem vida, forte
Batia no peito a dor mais doida...
Nos olhos cintilava a paixão mais sofrida.

Queria ser um pássaro para num vôo oferecer um abraço
Do mais doce amante, mas como não pode ser,
Pemanecem imaginação e desejo deste mundo errante.
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 11/11/2007
Reeditado em 12/11/2007
Código do texto: T733422
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3212 textos (83203 leituras)
2 e-livros (439 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 17:42)
R J Cardoso

Site do Escritor